Embora o Facebook seja o aplicativo campeão de downloads nos últimos dez anos, ele tem uma série de recursos que desagradam muitos usuários. Algumas funções nativas da rede social, que conta com mais de dois bilhões de adeptos, tiram os internautas do sério. É o caso da ferramenta “pessoas que você talvez conheça”, do autoplay de vídeos no feed e do filtro de spam que esconde mensagens inbox.

Enquanto alguns inconvenientes podem ser contornados com ajustes simples nas configurações, outros recursos incômodos não oferecem escapatória. Na lista a seguir, confira sete funções odiadas do Facebook.

1. ‘Pessoas que você talvez conheça’
O recurso “Pessoas que você talvez conheça” está entre os mais odiados do Facebook. Localizada na seção de solicitações de amizade, a ferramenta sugere usuários que fazem parte do círculo social dos seus amigos para que você possa expandir sua rede de contatos.

O problema é que, na maioria das vezes, você não tem interesse em conhecer a pessoa. Isso sem falar nos casos em que o usuário indicado pela rede social acabou de ser excluído por você ou é alguém de um passado distante que você não gostaria de reencontrar. Infelizmente, não há como remover as sugestões do Facebook, mas é possível bloquear alguém específico e cortar toda espécie de contato com essa pessoa na rede social.

2. Precisar baixar um app exclusivo para o Messenger

Desde 2014 donos de celulares Android e iPhone (iOS) são forçados a baixar o aplicativo do Messenger para trocar mensagens privadas no Facebook. Se você já tentou abrir algum recado no app da rede social, sabe que não há como burlar a restrição: a plataforma solicita o download do mensageiro para prosseguir. A barreira, imposta pela empresa de Zuckerberg para assegurar o futuro do Messenger face à crescente expansão do WhatsApp, irrita muitos usuários que precisam do aplicativo apenas para se comunicar no Facebook.

3. Reprodução de vídeos com som alto no app

Os vídeos exibidos no feed de notícias do Facebook são reproduzidos automaticamente e com som. Com o recurso, que está em vigor desde 2017, o áudio aparece e desaparece gradualmente (fade in e fade out) à medida que o usuário rola os posts da timeline. Amado por uns e odiado por muitos, o autoplay pode ser inconveniente para quem usa a rede social em ambientes que requerem silêncio.

4. Feed atualizado por relevância e não por ordem cronológica

Quem faz parte da comunidade do Facebook já está tão acostumado ao feed de notícias organizado por relevância que mal se lembra da época em que os posts da timeline eram exibidos em ordem cronológica. No atual padrão de configuração, é o algoritmo da rede social que decide quais conteúdos são mais interessantes.

Vale lembrar que ainda é possível optar por visualizar os posts em mais recentes. O ajuste é simples, mas como a opção fica “escondida” na plataforma, acaba passando despercebida pelos usuários.

Para a felicidade daqueles que detestam o feed atualizado por relevância, o Facebook está testando uma ferramenta para facilitar o acesso aos posts mais recentes no aplicativo para Android. Segundo a especialista em engenharia reversa Jane Manchun Wong, que anunciou a novidade no último mês, seria possível filtrar as publicações por “Mais relevantes”, “Mais recentes” e “Já visualizadas”.

5. Atualizações de estranhos no feed

Você entra no Facebook, começa a rolar pelo feed de notícias e descobre que Maria e João estão em um relacionamento sério. Acontece que, para a sua surpresa, você nunca sequer sonhou em conhecer o casal. Quem é usuário frequente do Facebook certamente já se deparou com situações parecidas. Isso porque a rede social mostra, na sua timeline, atualizações dos conteúdos que seus amigos curtem ou comentam.

Infelizmente, ainda não há como se livrar desses “intrusos”. Em contrapartida, é possível evitar que os seus posts apareçam na timeline dos amigos de seus colegas. Para isso, basta acessar as configurações da rede social e, em “Linha do tempo e marcações”, habilitar a opção “Amigos” em todos os campos nos quais esse ajuste está disponível.

6. Filtro que oculta mensagens

Sempre que algum desconhecido tenta conversar com você via Facebook Messenger, as mensagens vão para uma pasta chamada “Solicitações de mensagens”. A rede social envia uma notificação alertando sobre o novo contato, e cabe ao usuário decidir se permite ou não a conversa. Acontece que nem todas as mensagens de estranhos chegam até você, porque existe um “filtro dentro do filtro”.

Oculta a olhos mais desatentos, a pasta “mensagens filtradas” é uma espécie de segunda camada das solicitações de mensagem. O filtro existe para evitar spam e tem autonomia para distinguir entre propagandas massivas e mensagens legítimas. O problema é que o algoritmo do Facebook classifica os conteúdos de maneira equivocada com frequência. Com isso, mensagens importantes acabam sendo jogadas em um “limbo” eletrônico.

Para descobrir quais mensagens o Facebook anda escondendo de você, basta selecionar o ícone do Messenger e selecionar a aba “Solicitações de mensagem”. Em seguida, selecione “Ver tudo no Messenger” e desça com o scroll do mouse até encontrar a opção “Ver mensagens filtradas”.

7. Convite para eventos

Todo mundo tem aquele amigo que vive organizando várias festas e te convida para todas elas. O excesso de notificações no Facebook tira qualquer um do sério, ainda mais se o convidado for uma pessoa muito pouco festeira. Para bloquear esses convites inconvenientes, acesse as configurações do Facebook e, em “Bloqueio”, adicione o nome do seu amigo sem noção à lista “Bloquear convites de eventos”.

Via PC World, Mashable e Express