Antes do jogo, muita chuva no Rio e falta de luz em São Januário. Depois dele, o sentimento de que a vitória do Vasco sobre o Oriente Petrolero, nesta quarta-feira, poderia ter tido um placar mais elástico do que o 1 a 0. Alé do gol de Cano, o time brasileiro acertou outras três finalizações na trave e praticamente não correu riscos. Conseguiu, ao menos, encerrar a série de resultados ruins no Carioca e decidir a classificação à segunda fase da Sul-Americana com uma mínima vantagem.

A partida de volta será em 19 de fevereiro na Bolívia. As duas equipes vão se enfrentar no estádio Ramón Tahuichi em Santa Cruz de la Sierra – a cidade está ao nível do mar, portanto, não tem altitude. O Vasco avança com vitória, empate ou derrota por um gol desde que marque pelo menos um gol. O Oriente Petrolero precisa ganhar por dois de diferença. Caso devolva o 1 a 0, a vaga será decidida nos pênaltis.