Abel Braga viu um placar muito injusto para o Vasco no empate por 1 a 1 com o Altos, no Piauí, onde sua equipe conquistou a classificação para a próxima fase da Copa do Brasil. O treinador acredita que o time merecia mais, porém viu algo positivo na má pontaria de seus atacantes. Aposta que, caso conseguisse uma goleada no Nordeste, seus comandados poderiam encarar a partida decisiva com o Oriente Petrolero, marcada para o próximo dia 19, com soberba.

Durante o jogo, o Vasco finalizou 25 vezes, mais do que o triplo do adversário (sete). Perdeu chances incríveis com Cano e Talles Magno (duas vezes).

 

 

Altos x Vasco
Foto: Jailson Soares

 

Altos x Vasco
Foto: Jailson Soares
Altos x Vasco
Foto: Jailson Soares

Técnico se irrita ao ser perguntado sobre o que faltou para a vitória

Não é sério que você está perguntando isso para mim. Você assistiu ao jogo, não viu? Botar a bola pra dentro. Vou te citar só um exemplo. Teve um momento em que chegamos com três jogadores na área e não conseguimos finalizar. Se você chega numa situação de superioridade de três contra dois na área, pelo menos tu tem que chutar. Finalizamos 26 vezes a gol. É um número bem significativo.

Usaram essas declarações do presidente como motivação para a partida?

Não, nada, mas foi lamentável. Foi lamentável porque nós nos sentimos ofendidos. Isso não nos fez jogar melhor ou pior, mas nos sentimos ofendidos. Assim como todo torcedor vascaíno. Nosso problema era treinar às 16h. Eles não treinariam aqui. Aí falaram que iam treinar às 16h e nós às 18h. Depois ele falou que o ônibus ia sair do hotel às 18h30. Quem é ele para dizer a hora que deveríamos sair do hotel ou onde íamos treinar?

Mas ele foi muito infeliz naquilo que disse. “A briga está aberta”. Não sei como ele é eleito com esse tipo de democracia que ele tem. Também já me falaram que tiveram de mandar deputados embora. Não sei essas histórias porque sou apolítico. Mas totalmente infeliz, porque esse clube é centenário, cara. De muita história.