O Facebook possui um mecanismo de autenticação padrão, mas que pode ser burlado quando o usuário comete alguns erros de segurança digital – quando isso acontece, os crackers (hackers que praticam crimes) podem se apropriar da conta.

Como proteger a conta
O login de acesso ao Facebook é composto por um usuário único (número de telefone ou conta de E-mail) e uma senha formada com pelo menos seis números, letras, sinais de pontuação e símbolos (como ! e &). Alguns navegadores de internet oferecem a opção de geração automática de senha seguindo essa especificação do controle de acessos. Mas é possível aumentar o nível de proteção seguindo as dicas abaixo:

1 – Revise a senha da conta de e-mail vinculada ao login do Facebook – é através dessa conta que a redefinição das credenciais de acesso do perfil poderão ser solicitadas.

2 – Ative a autenticação de dois fatores na conta de e-mail. Essa medida dificulta que pessoas não autorizadas consigam redefinir a senha do Facebook. Nesse link (aqui), tem um guia completo sobre como habilitar essa opção.

3 – Acesse as configurações de “Segurança e login” do Facebook; ative a autenticação de dois fatores; revise os dispositivos conectados na conta; habilite o recebimento de notificações de alertas sobre logins não reconhecidos;

4 – Mantenha o sistema operacional do PC atualizado.

5 – Evite usar programas “piratas”.

6 – Tenha um antivírus instalado.

7 – Proteja o acesso ao PC com uma senha forte.

8 – Jamais informe dados de login por mensagem de texto.

Pronto! Seguindo essas recomendações, dificilmente a conta na rede social será “invadida” por criminosos digitais.