Petra Costa escolheu um vestido longo vermelho para cruzar o também tapete vermelho do Oscar 2020. A diretora posou com toda a equipe que produziu com ela o documentário “Democracia em vertigem”, que concorre na noite deste domingo ao Oscar de Melhor Documentário, sendo o único representante do Brasil na lista.

A diretora tinha cinco modelos à disposição, dos estilistas brasileiros Alexandre Herchcovitch e de Lino Villaventura. A cor é simbólica e com ela Petra decidiu ainda fazer uma homenagem a Marielle Franco, morta em março de 2018, no Rio de Janeiro por milicianos.

Em seu storie no Instagram, Petra escreveu “Quem mandou matar Marielle Franco? queima de arquivo”. ´Mais cedo, ela dividiu com seus seguidores os preparativos para o Oscar 2020.