O candidato à Presidência do PT, Fernando Haddad, disse hoje (22) que as instituições brasileiras não estão reagindo à altura das ameaças contra a democracia proferidas pelo seu adversário Jair Bolsonaro (PSL) e seus apoiadores. Ele se referiu a afirmação do adversário de “varrer do mapa os bandidos vermelhos do Brasil”.

“Ontem, o discurso dele transmitido na [Avenida] Paulista é um absurdo. Ele ameaça a sobrevivência física da oposição a ele, ameaça a imprensa, e as instituições demoram a reagir”, disse o candidato referindo-se à mensagem de Bolsonaro transmitida a simpatizantes durante ato político.

fonte: exame