Um dos temas mais abordados no Brasil é a educação. Isso, porque diante das inúmeras reformas e mudanças na política, várias esferas da sociedade têm notado a necessidade de trazer o tema à tona e destacado sua voz nestes debates.

Em 2016, de acordo com a pesquisa ‘Retratos da Leitura no Brasil’, 44% da população não lia e 30% nunca havia comprado um livro. Muitos são os fatores que influenciam nesta estatística, no entanto, muitas outras ferramentas estão surgindo para facilitar reverter este cenário. Segundo a Árvore de Livros, plataforma de biblioteca digital personalizada para escolas, empresas educacionais, instituições públicas e privadas, 56% dos brasileiros já são leitores assíduos, no entanto, esse número poderia ser maior se eles comprassem livros online, o que atualmente representa apenas 15% deste total. De acordo com o Ibope, em pesquisa encomendada pelo Instituto Pró-Livro, 26% da população opta e/ou já consome livros online, os chamados e-Books.

Para unir o útil ao agradável, fomentar a leitura prática e ensinar maneiras fáceis de adquirir o hábito, o empresário e publicitário Vitor Horvath viu na sua própria experiência como leitor uma oportunidade de inspirar jovens e adolescentes: ele lançou o “Como Ler Mais, Melhor e Mais Rápido – Sem Sofrer com Isso”, seu primeiro e-Book. “Decidi escrever o livro quando percebi quais eram as limitações que me barravam de ler mais. Sempre tive uma vida corrida, assim como a maioria das pessoas”, conta.

Os e-Books têm despertado o interesse de marcas, empreendedores e leitores comuns em todo o mundo. Para Vitor, isso acontece graças à “facilidade de compartilhamento, a disponibilidade ampliada e o baixo custo de distribuição”. Ainda de acordo com a pesquisa da plataforma Árvore de Livros, 25% das pessoas leem por gosto e prazer, 19% por atualização cultural ou conhecimento geral, e 15% por distração. Fato é que a leitura ainda não é um hábito enraizado nos brasileiros. O Índice de Cultura Mundial, da Market Research World, aponta que o Brasil ocupa a 27ª posição no ranking de países que mais leem no mundo. O primeiro país é a Índia.