O Google Maps foi “hackeado” de um jeito muito inusitado. Tanto que os engenheiros do Google, provavelmente, não imaginavam que alguém seria capaz de fazer isso.

O entusiasta em tecnologia Simon Weckert usou uma técnica interessante para enganar o sistema da empresa e fingir intensidade de trânsito nas regiões em que passava. Weckert reuniu 99 smartphones com o Maps aberto e andou pelas ruas de Berlim, na Alemanha, simulando um engarrafamento.

Um dos recursos do Maps é mostrar as áreas de lentidão no mapa. O aplicativo identifica a informação por meio dos dados de todos os usuários que usam o Maps e estão naquela área, identificando-a no mapa com um faixa laranja ou vermelha. Quando a cor é verde, o trânsito está tranquilo.

O hacker até publicou um vídeo no YouTube para demonstrar o feito. “99 smartphones são transportados em um carrinho de mão para gerar engarrafamento virtual no Google Maps. Por meio dessa atividade, é possível tornar uma rua verde em vermelha e causar impacto no mundo físico”, foi publicado na descrição do vídeo.

Todas as ruas em que Simon passeava foram exibidas com intensidade de trânsito no Maps, apresentando faixas laranja e vermelha. Isso porque a plataforma reconhece a grande concentração de “usuários” no local e reporta tráfego lento.

O Google ainda não confirmou sobre a veracidade do “hack”, então é importante notar que existe a possibilidade do vídeo não ser baseado em informações reais.

Fonte: 9to5 Google