Uma mulher grávida foi morta por cães em uma floresta no norte da França, onde uma caçada estava ocorrendo, dizem investigadores.

O corpo de Elisa Pilarski, 29 anos, que passeava com seus próprios cães, foi descoberto perto da cidade de Villers-Cotterêts.

Ela morreu depois de levar “várias mordidas de cachorro nos seus membros superiores, inferiores e na cabeça”, disse o promotor Frédéric Trinh.

A polícia disse que estava realizando testes em 93 cães e que havia aberto uma investigação de homicídio.

Os testes, comparando amostras de DNA frescas com as de Pilarski, tentarão determinar quais animais foram responsáveis ​​pelo ataque e a quem eles pertenciam.