Dezoito praças e espaços públicos de Teresina passam a ter internet gratuita e de alta velocidade para a população a partir desta quinta-feira (12). Trata-se da rede wi-fi Piauí Conect, parte do contrato pioneiro de Parceria Público-Privada (PPP) que está melhorando o serviço de internet para órgãos públicos em 98 cidades piauienses, o Piauí Conectado.

A Praça da Igreja Nossa Senhora de Lourdes, no Bairro Vermelha, na zona Sul da capital, é um dos locais contemplados e será palco da solenidade de implantação do serviço, que acontece a partir das 11h30, com a presença do governador Wellington Dias.

“Em menos de um ano de funcionamento, a SPE Piauí Conectado já proporciona internet de qualidade para serviços administrativos em 30 cidades piauienses. Agora, estamos contemplando também os espaços públicos, para que, qualquer pessoa que precise, possa acessar um serviço de rápido e eficiente, demonstrando o papel social dos projetos de PPP’s pensados para o Piauí” , afirma Viviane Moura, superintendente de Parcerias e Concessões do Governo do Estado. O órgão é responsável por planejar, viabilizar e fiscalizar o cumprimento de metas dos projetos.

Além da Praça do Bairro Vermelha, também passam a funcionar, nesta primeira etapa, outros Pontos de Acessos Públicos (PAPs) nos seguintes locais: parques Potycabana e Zobootânico; Praça da Bandeira; Praça Pedro II; Praça do Clube do Gari; Praça do Conjunto João Emílio Falcão; Praça do Bairro Renascença; Praça do Parque Vitória; na praça embaixo da Ponte Juscelino Kubitschek; Praça Sifrônio; Praça do Terminal de Ônibus do Bairro Mario Covas; na Praça da Vila Operária; na Central de  Artesanato Mestre Dezinho; na Praça do Bela Vista, na Praça do Ginásio Mario Covas, na Praça Firmina Sobreira e no Complexo da Ponte Estaiada.

Cada PAP tem capacidade de 40 mbps e estará disponível durante 24 horas. Esta é a primeira etapa de um projeto que pretende ofertar o sinal gratuito de internet em espaços públicos de 98 cidades piauienses, nos próximos dois anos. Serão aproximadamente 200 PAPs espalhados pelo estado e os investimentos da iniciativa privada nesta etapa do projeto somam cerca de R$ 6 milhões.

A SPE Piauí Conectado é a concessionária do serviço. O diretor-presidente da empresa, Emerson Silva, explica que os acessos serão feitos de forma simples, como em qualquer outra rede: O usuário clica no ícone de Wi-Fi do Piauí Conect em seu aparelho celular e cria um login após fornecer o número do CPF, o nome e data de nascimento, de forma simples e rápida. A partir daí, ele pode escolher para se conectar automaticamente ao se aproximar de algum ponto de acesso. “O Piauí Conect é mais um passo rumo à universalização do acesso à internet de qualidade, que faz do Piauí pioneiro no Brasil”, destaca o gestor.

A Piauí Conectado é uma das cinco empresas concessionárias que possuem contrato de PPP com o Estado do Piauí, por meio da Suparc. O objetivo dessa concessão administrativa é a construção, operação e manutenção de infraestrutura de transporte de dados, voz e imagem para a administração pública e a população piauiense.

 

 

CCom