O Governador Wellington Dias prometeu mudanças para a política salarial dos servidores no próximo ano. Anos anteriores, o governo implementou medidas como o “esticamento” da tabela para evitar atrasos. A declaração foi dada durante solenidade de lançamento da expansão do programa Criança Feliz, nos 224 municípios, nesta segunda-feira(16) no Diferencial Buffet.

Segundo Dias, a previsão é que a política de operações de crédito, realizada este ano, dará resultado positivo nos próximos dois anos. 

“Sem nenhum ufanismo, sem querer criar nenhum ambiente fora do contexto. Eu garanto que 2020 será um ano melhor no Piauí. Isso se deve às medidas que adotamos ainda no segundo semestre de 2018, quando tivemos essa premissa de uma crise com recessão com dificuldades. Digo que em 2019 fizemos o dever de casa, com um conjunto de medidas que normalmente as pessoas, em um primeiro momento, tem dificuldades de compreender, mas vamos ampliar equilíbrio fiscal e a capacidade de investimentos. Vamos ter volume de investimentos extraordinários para 2020 e 2021. Estou bastante animado, mas sempre trabalhando com muita responsabilidade”, afirma.

Wellington Dias afirma que no próximo ano o desafio é não levar ao desequilíbrio as medidas conquistadas. Ele dará importância à responsabilidade da gestão. 

“Não vale a pena desequilibrar novamente. Há necessidade de trabalhar com esse cuidado e esse olhar preocupado com o equilíbrio fiscal e a capacidade de investimentos. É provável que sim (chamará concursados e realizará novos concursos). Quero trabalhar para que saia do limite fiscal da Lei de Responsabilidade e poder em 2020 realizar concurso para algumas áreas que precisam. Vamos ter uma política salarial para os servidores. Quero trabalhar com minha equipe uma condição de ter uma política já em 2020, 2021 e manter o poder de compra do servidor público. Sei a importância que isso tem para a economia do Piauí”, afirmou.