Criada para impulsionar o desenvolvimento profissional, principalmente de pessoas que nasceram até 1996, a chamada geração Millennials, a rede social Peixe 30 chega para auxiliar quem está no mercado de trabalho ou em busca de uma vaga. Com um nome sugestivo, a ideia é que os participantes criem vídeos com até 30 segundos, tempo que pode parecer pequeno, mas ao ser bem aproveitado, pode ser um excelente meio para pessoas criativas “venderem o peixe” com clareza e objetividade.

Como funciona a plataforma

Lançada pelo Grupo Ser Educacional, a rede social Peixe 30 é gratuita e conta com um teste de habilidades que mapeia soft-skills dos usuários. É uma mistura entre LinkedIn e Tik Tok.

A metodologia utilizada é a DISC (Dominância, Influência, Estabilidade e Conformidade), que já foi aplicada em mais de 53 milhões de pessoas em mais de 75 países. Trata-se de um aplicativo moderno, novo e com metodologias até então pouco exploradas por outras redes sociais.

O objetivo da rede social é promover o networking, abrindo novas oportunidades tanto para os usuários quanto para as empresas, de forma totalmente gratuita.

No aplicativo, as pessoas podem se apresentar e consumir conteúdos, tendo espaço para conexões com outros profissionais.

Um dos diferenciais da plataforma é a ferramenta de assessment, que faz o mapeamento do perfil comportamental do usuário, ou seja, das soft skills, que são características importantes para o mercado de trabalho.

“As famosas soft e hard skills, ou seja, as habilidades comportamentais e técnicas, são utilizadas para diferenciar um profissional de outro. O Peixe 30 disponibiliza esse mapeamento de forma gratuita e incentiva os seus usuários a melhorarem, de forma contínua, as suas habilidades para atender um mercado cada vez mais exigente”, diz o presidente do grupo Ser Educacional, Jânyo Diniz.

Um jeito diferente de se apresentar

De acordo com levantamento feito pelo Google, a busca na internet por “como fazer um currículo pelo celular em pdf grátis” cresceu mais de 2000% só no último ano. P

Pensando em suprir essa necessidade, o Peixe 30 também disponibiliza uma funcionalidade para que o usuário possa montar um currículo profissional atraente para as empresas com apenas alguns cliques e ainda salvá-lo em formato PDF.

“A ideia é que a plataforma cruze informações como soft skills, hard skills e o conteúdo dos vídeos publicados pelos usuários com as demandas do mercado local e global. Assim, poderá contribuir de forma personalizada e customizada para o desenvolvimento da carreira de cada pessoa, sugerindo cursos, livros, mentorias direcionadas, entre outras dicas que irão qualificar os profissionais para o mercado”, ressalta Diniz. A rede também tem como foco dar voz e visibilidade para que todos os seus usuários consigam se destacar.

Reprodução Youtube / Vídeo institucional Peixe 30

“Apenas o currículo em papel não é mais suficiente para garantir boas oportunidades. As empresas estão buscando saber como os profissionais são na vida real – se são criativos, se possuem foco e como se expressam, por exemplo. Com o aplicativo, isso é possível”, explica Willian Valadão, diretor executivo do Peixe 30.

A plataforma já vem sendo testada por milhares de pessoas e, em sua semana de lançamento, já conta com cerca de 35 mil usuários. Entre eles, influenciadores, que produzem conteúdos em diversas áreas, com foco no desenvolvimento pessoal e profissional.

O Peixe 30 está disponível nas lojas de aplicativos de Android e iOS, gratuitamente, e pode ser utilizado por profissionais de todas as áreas, empreendedores, pessoas em transição de carreira e universitários que estão em busca de trabalho.