Black Friday: veja empresas com mais reclamações e motivos mais comuns

Black Friday: veja empresas com mais reclamações e motivos mais comuns

A Black Friday 2020 ocorre no próximo dia 27, tradicionalmente na última sexta-feira do mês de novembro. Com a proximidade do evento, o Reclame Aqui divulgou um levantamento com as empresas que receberam maior número de reclamações durante o festival de descontos no ano passado. O site, que tem foco no atendimento ao consumidor, registrou um total de mais de 8,8 mil reclamações durante a Black Friday de 2019. No ranking de problemas, estão as propagandas enganosas, erro ao finalizar compras e divergências nos valores dos produtos anunciados.

No último ano, o setor mais mal avaliado pelos consumidores foi o de fast-food, e a loja com maior número de reclamações foi o Burger King, com 545 queixas, seguido do McDonald’s, com 491 registros. O Méliuz, companhia conhecida por oferecer cupons de desconto, ficou em terceiro lugar, com um total de 321 reclamações. Além disso, empresas enfrentaram problemas de infraestrutura, como queda de sites, longas filas de espera para acessar serviços online, falhas no sistema e erros nos meios de pagamento ao finalizar compras.

O Reclame Aqui acompanha a Black Friday no Brasil desde a terceira edição do evento, realizada em 2013. De lá para cá, o número total de reclamações durante o festival de ofertas apresentou um aumento, seguido de uma queda significativa no número de queixas. No entanto, nas últimas edições, o total de protestos começou a aumentar novamente.

Dentre as empresas com maior número de reclamações ao longo das edições do evento estão grandes varejistas do e-commerce, como o Extra.com.br, Americanas.com, KaBuM! e Magazine Luiza. Já os problemas mais comuns durante as edições passadas incluem falhas técnicas e de infraestrutura nos sites, maquiagem de preços, falta de estoque nos produtos anunciados, itens que desaparecem do carrinho de compras, propaganda enganosa e divergência de valores.

Na lista abaixo, você pode conferir quais foram as dez empresas com maior número de queixas no Reclame Aqui durante as últimas edições da Black Friday no Brasil. O ranking traz o nome dos estabelecimentos seguido do número total de reclamações contabilizadas. É importante lembrar que grandes varejistas costumam ter um número maior de reclamações, porém, isso também tem relação com um fluxo maior de vendas, que costumam ser ainda maiores durante o período.

2019
Burger King: 545
McDonalds: 491
Méliuz: 321
Americanas.com (loja online): 313
MercadoPago.com: 249
KaBuM!: 201
Carrefour (loja online): 196
Magazine Luiza (loja online): 192
Casas Bahia (loja online): 190
Ame Digital: 169
2018
Americanas.com (loja online): 306
Casas Bahia (loja online): 247
Netshoes: 160
Magazine Luiza (loja online): 152
iFood: 146
Ponto Frio (loja online): 135
Carrefour (loja online): 119
Americanas Marketplace: 99
Extra.com.br: 91
Submarino: 90
2017
Magazine Luiza (loja online): 263
Americanas.com (loja online): 245
KaBuM!: 173
Casas Bahia (loja online): 126
Submarino: 124
Netshoes: 88
Extra.com.br (loja online): 87
Walmart (loja online): 77
Burguer King: 73
Americanas Marketplace: 54
2016
KaBuM!: 588
Americanas.com (loja online): 249
Submarino: 149
Netshoes: 117
Magazine Luiza (loja online): 100
Extra.com.br: 89
Walmart (loja online): 83
Fast Shop: 62
Ponto Frio (loja online): 58
Casas Bahia (loja online): 56
2015
KaBuM!: 688
Americanas.com (loja online): 431
Submarino: 376
Netshoes: 155
Magazine Luiza (loja online): 143
Extra.com.br: 137
Ponto Frio (loja online): 128
Casas Bahia (loja online): 121
Walmart (loja online): 113
Shoptime: 110

com TechTudo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Piauímidia 2020 - Todos direitos reservados. Conteúdo digital piauiense