Programa Auxílio Brasil

Milhões de brasileiros estão acordando nesta segunda-feira (24) sem emprego. São pessoas que estão procurando por um trabalho, mas não estão encontrando. Boa parte desses cidadãos estão em busca de qualquer tipo de ajuda, já que eles não estão recebendo nenhuma renda. E é aí que poderia entrar o Auxílio Brasil.

Mas surge portanto uma dúvida. Os brasileiros desempregados têm preferência no recebimento do Auxílio Brasil ou não? Quem não está conseguindo receber nenhuma renda agora pode entrar no novo programa do Governo Federal? Os informais que estão ganhando dinheiro através de bicos poderão se candidatar?

A resposta para todas essas perguntas é sim. Mas é preciso ter atenção. O fato de alguém estar desempregado não garante que uma pessoa receba o Auxílio Brasil automaticamente. O cidadão vai precisar cumprir todas as outras regras de entrada no benefício. Caso contrário, não vai entrar mesmo.

As regras para entrada no Auxílio Brasil seguem as mesmas que víamos no antigo Bolsa Família. É preciso estar com um cadastro ativo no Cadúnico. Além disso, é importante ter uma renda per capita de até R$ 105 ou mesmo de R$ 210 desde que se more com uma pessoa gestante ou um menor de 21 anos de idade.

Essas são regras não muito difíceis de se cumprir para os indivíduos que estão sem emprego. Isso porque se entende que se o cidadão está desempregado, ele naturalmente vai ter uma renda per capita mais baixa. Então as chances do recebimento são maiores. Pelo menos é isso o que se sabe.

Renda per capita define

É preciso ter cuidado em alguns pontos em toda essa história. É que o Governo Federal considera apenas a renda per capita e não os ganhos individuais para definir quem pode ou não ganhar o dinheiro do Auxílio Brasil neste momento.

Então imagine, por exemplo, que esse desempregado mora em uma família de cinco pessoas, em que apenas ele está sem emprego. Agora imagine que todos os outro quatro recebem um salário mínimo.

Neste caso, teríamos que multiplicar o valor de R$ 1.212 por quatro, o que daria R$ 4.848 e dividimos pela quantidade de pessoas que moram na casa, que são cinco. Então no final das contas chegamos na renda per capita de R$ 969.

Diante desta situação, sabe-se que esse desempregado não vai conseguir receber o Auxílio Brasil de nenhuma maneira. Isso porque a renda per capita dele passa muito os limites exigidos pelo Ministério da Cidadania neste momento.

Não é garantia de recebimento do Auxílio Brasil

Também vale lembrar que mesmo as pessoas que cumprem todas as regras de recebimento do programa estão com as vagas garantidas no projeto. Elas precisam esperar para saber se o Ministério da Cidadania vai inserir seus nomes ou não.

Neste momento, o que se sabe mesmo é que o Governo pretende seguir inserindo mais gente no Auxílio Brasil todos os meses. Só que a expectativa é que a fila de espera para se entrar no programa continue existindo.