Ação no TSE que pode derrubar Bolsonaro volta a “andar”

Ação no TSE que pode derrubar Bolsonaro volta a “andar”

É provável que a chapa Bolsonaro-Mourão, eleita em 2018, não seja, digamos, cassada diante das ações que aguardam julgamento no Tribunal Superior Eleitoral. Mas as informações que constam nas denúncias podem ganhar uma nova cara e fazer ruído.

Esta é a leitura de um ministro de um Tribunal Superior ao pedido feito pelo ministro Alexandre de Moraes, relator do inquérito das fake news no STF, de compartilhamento das informações apuradas nas ações de investigação judicial eleitoral sobre a campanha de 2018.

Ou seja: enquanto o TSE encaminha as informações que possui ao Supremo, o mesmo será feito pelo gabinete de Moraes aos ministros eleitorais com os dados do inquérito das fake news.

A questão é: até que ponto a chapa vitoriosa se beneficiou com disparos em massa de mensagens pagas por seus apoiadores?

O blogueiro Eduardo Guimarães foi condenado pela Justiça paulista a indenizar o governador João Doria em 20 mil reais. A causa foi um erro no título de matéria do Blog da Cidadania. O processo tramitou em duas instâncias em seis meses DURANTE A PANDEMIA, com o Judiciário parado. Clique na imagem abaixo para ler a notícia

 

informações blogdacidadania

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *